Nissan Motor atinge lucro líquido de US$ 2,34 bilhões

Carlos Ghosn, CEO do grupo renault-Nissan    De março a setembro, empresa vendeu mais de 2 milhões de veículos.
Montadora aposta agora nas vendas do elétrico Leaf no Japão e EUA.

Do G1, em São Paulo

A Nissan Motor anunciou nesta quarta-feira (4) os resultados financeiros da companhia no primeiro semestre do ano fiscal 2010, que se encerra em 31 de março de 2011. Nestes seis meses até setembro, o lucro líquido, após impostos, somou 208,4 bilhões de ienes (US$ 2,34 bilhões), o equivalente ao aumento de 199,4 bilhões de ienes se comparado com o mesmo período do ano passado.

No primeiro semestre, a Nissan vendeu 2.009.000 veículos mundialmente, o que representa crescimento de 23,8% em comparação ao ano anterior.

De acordo com a companhia, a receita líquida foi de 4.319,1 trilhões de ienes (US$ 48,58 bilhões) no período entre abril e setembro, crescimento de 27,7% em comparação com o ano passado. O lucro operacional foi de 334,9 bilhões de ienes (US$ 3,77 bilhões) e a margem de lucro operacional foi de 7,8%. O lucro líquido antes do imposto sobre a renda foi de 315,1 bilhões de ienes (US$ 3,54 bilhões).

Nissan apresenta no Salão de SP seu primeiro carro popular “Nossos resultados neste primeiro semestre demonstram que os esforços de recuperação empregados pela Nissan estão funcionando eficazmente”, afirma o CEO da Nissan Carlos Ghosn. “Nosso balanço é forte e nosso cenário aponta para a direção certa. No segundo semestre, uma onda de lançamentos de produtos inovadores continuará a impulsionar a Nissan para um crescimento lucrativo”, reforçou o executivo.

Carlos Ghosn, CEO do grupo renault-Nissan, posa ao lado do Leaf (Foto: AP)No período de julho a setembro, referente ao segundo trimestre do ano fiscal 2010, o lucro líquido da Nissan foi de 101,7 bilhões de ienes (US$ 1,18 bilhão). A receita líquida foi de 2.268,9 trilhões de ienes (US$ 26,41 bilhões), crescimento de 21,4% em comparação ao ano passado. O lucro operacional foi de 167 bilhões de ienes (US$ 1,94 bilhão) e a margem de lucro operacional foi de 7,4%. O lucro líquido antes do imposto sobre a renda foi de 160,1 bilhões de ienes (US$ 1,86 bilhão).

A Nissan vendeu 1.055.000 veículos no segundo trimestre, um aumento de 17,1% em comparação ao ano anterior.

No ano fiscal 2010, a Nissan irá lançar 10 novos produtos globalmente. O segundo semestre terá sete novas apresentações, incluindo o veículo 100% elétrico de emissão zero, Nissan Leaf, que será lançado no Japão e nos Estados Unidos a partir de dezembro de 2010.

Novas previsões
Baseada na taxa de câmbio estimada de 80 ienes/dólares e 110 ienes/dólares para a segunda metade do ano fiscal, a taxa média revisada será de 84.4 ienes/dólares e 111.9 ienes/euros para o ano fiscal de 2010. A Nissan revisou a sua previsão para o ano fiscal com a Bolsa de Valores de Tóquio para o ano fiscal terminando em 31 de março de 2011.

A receita líquida é estimada em 8.77 trilhões de ienes (US$ 103.91 bilhões), já o lucro operacional está previsto em 485 bilhões de ienes (US$ 5.75 bilhões). O lucro líquido antes do imposto sobre a renda deve chegar a 450 bilhões de ienes (US$ 5.33 bilhões). No caso do lucro líquido, a empresa estima que chegue a 270 bilhões de ienes (US$ 3.2 bilhões).

Os custos de capital devem ficar em 340 bilhões de ienes (US$ 4.03 bilhões), enquanto os gastos de R&D (pesquisa e desenvolvimento), em 425 bilhões de ienes (US$ 5.04 bilhões).

Fonte: G1 Globo Online