Nos EUA, quem ganha espaço é a Hyundai


Enquanto a Toyota mostra maior agressividade no mercado norte-americano, oferecendo descontos para promover a venda de seus veículos e enfrentar as marcas tradicionais, a Hyundai assiste a briga de camarote. A empresa lança novos produtos atrativos, como o Sonata e o Tucson e sobe no ranking da lealdade entre os consumidores.

No Brasil a marca também avança a passos largos, como demonstram os registros do Renavam compilados pela Fenabrave. Na primeira quinzena de março a empresa respondeu por 9,73% dos emplacamentos de comerciais leves (atrás apenas da Fiat, GM, VW e Ford) e ficou em décimo no segmento de automóveis, com 1,76% de participação.

James Bell, analista de mercado para o Kelley Blue Book, disse à agência Automotive News que a marca coreana está se beneficiando da tempestade no ambiente de negócios norte-americano e ultrapassou Toyota e Honda em fevereiro para se tornar a número um em reconhecimento dos clientes.

O novo Sonata sedã, redesenhado, já aparece entre os mais vendidos da categoria, enquanto o Tucson remodelado foi o veículo mais considerado entre 454 modelos no website Edmunds.com, como alvo de interesse e consulta. Em fevereiro foram comercializadas 4.957 unidades do Tucson, contra 15.411 durante todo o ano de 2009.

A Hyundai cresceu 8% no mercado norte-americano em 2009, enquanto o mercado caía 21%.

Automotive News ouviu também chefe de vendas da Hyundai Motor America dizer que os revendedores da marca têm visto pessoas que nunca estiveram nos show rooms da marca antes. Ao mesmo tempo, o tráfego nos websites da marca sobem aos maiores níveis já registrados.

Fonte: Automotive Business