BMW deve cortar muitos modelos nos próximos anos para reduzir custos

BMW deve cortar muitos modelos nos próximos anos para reduzir custos

A BMW está elaborando um plano de corte de custos realmente drástico. O fabricante europeu está com os balanços financeiros positivos, mas não do jeito que os acionistas querem ver. Além disso, as ações da montadora perderam valor, caindo de € 122 para € 65.

Com essa queda de 47% no preço das ações, a BMW quer reverter a situação e para isso deverá tomar ações drásticas para aumentar as margens e melhorar o lucro. Porém, haverá cortes de custos que inclui produtos. De acordo com o site Automobile, vários modelos atuais serão cortados.

Entre os produtos que já sabemos que sairão estão o Série 1 de duas portas, Série 2 Grand Tourer e Série 3 GT. No entanto, deverão seguir o mesmo caminho com o Série 2 conversível, Série 7 de tamanho padrão e não haverá próxima geração do Z4, que hoje tem DNA da Toyota.

BMW deve cortar muitos modelos nos próximos anos para reduzir custos

E não para por aí. Também serão cortadas as variantes de duas portas do BMW Série 8, ou seja, cupê e conversível. O BMW Série 6 GT foi poupado, assim como o BMW Série 8 Gran Coupé. A princípio, o fim de parte da Série 8 estaria programado para 2024.

O BMW X2 também deve continuar por algum tempo, enquanto o BMW X8 tem luz verde para atuar, inclusive com uma variante híbrida de alta performance, além do X8 M, mais purista.

Enquanto pensa em cortar carros convencionais, a BMW prepara sua expansão para os elétricos, mas sem antes modificar a casa. O i3 deverá ganhar uma nova geração em 2022, chamada U15, mas esta será mais convencional, deixando de lado o sanduíche de alumínio com fibra de carbono.

BMW deve cortar muitos modelos nos próximos anos para reduzir custos

O i8 segue mais ou menos o mesmo caminho, ganhando ainda mais força com um i8 M de 680 cavalos. Haverá ainda um i9 com pelo menos 750 cavalos, mas híbrido plug-in, mesma configuração de um chamado i12, que terá motor 2.0 de 340 cavalos e um motor elétrico de 204 cavalos.

Fala-se ainda em um i6S como rival do Porsche Taycan. A linha i-Next será o foco principal dos investimentos da BMW na próxima década, estreando em 2021. Agora, resta saber se tudo isso realmente acontecerá e qual será o impacto disso no mercado da marca alemã.

[Fonte: Automobile]

© Noticias Automotivas. A notícia BMW deve cortar muitos modelos nos próximos anos para reduzir custos é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.