Hyundai Venue: por que este SUV abaixo do Creta interessa ao Brasil

Faróis do Venue são envolvidos por ledsQuatro Rodas

O mercado norte-americano não é o mais adepto dos SUVs compactos, mas o Salão de Nova York foi o escolhido pela Hyundai para a apresentação do Venue, seu menor SUV.

Aliás, se pudéssemos dar um conselho neste momento, seria: anote este nome. Porque o Hyundai Venue, criado como um produto global, tem grandes chances de ser vendido – e também fabricado – no Brasil pela Hyundai Motor Brasil (HMB), responsável pela produção local de HB20 e Creta.

Lanternas tem forma de cubo e iluminção interna forma um Z

Com 4,03 m de comprimento, é apenas 9 cm mais longo que um HB20, enquanto o entre-eixos de 2,51 m é equivalente ao de um HB20S. A vantagem sobre a família de compactos está na largura, de 1,77 m, também 9 cm maior. A altura é de 1,56 m.

SUV tem o porte de um Ford EcoSportQuatro Rodas

Na prática, o Venue tem exatamente o porte de um Ford EcoSport Titanium, sem estepe na traseira.

E é justamente com SUVs compactos menores (como o futuro Volkswagen T-Track, o também vindouro SUV da Fiat sobre a plataforma do Argo, Caoa Chery Tiggo 2, JAC T40) com quem o Hyundai concorrerá.

O objetivo é se distanciar do Creta, maior é consideravelmente mais espaçoso, e que perderia suas versões mais baratas para dar espaço ao irmão menor.

Porta-malas tem 529 litros de capacidade até o teto, como se mede nos EUAQuatro Rodas

O Hyundai Venue também ganha destaque pela ousadia no design. A carroceria é quadrada, com elementos na cor branca espalhados pela carroceria e conjunto óptico dividido em duas peças, com os faróis principais envolvidos por um aro de led.

O teto flutuante, que acompanha a coluna C, chama bastante atenção mas as barras longitudinais de plástico no teto são meros enfeites.

<span class=”hidden”>–</span>Hyundai

O interior é simplista, com painel inteiriço de plástico rígido com peças de dois tons. A central multimídia de 8 polegadas com Apple Carplay e Android Auto ganha destaque no painel, assim como o console central bem inclinado em relação à manopla do câmbio.

O ar-condicionado automático tem uma zona, como o do Creta, mas com a vantagem de oferecer saídas para os bancos traseiros.

Painel tem plásticos de dois tonsHyundai

Embora seu desenvolvimento tenha sido feito em grande parte na Índia, os Hyundai Venue que serão vendidos nos Estados Unidos a partir do final deste ano serão importados da Coreia do Sul.

Seu pacote de equipamentos incluirá itens sofisticados para o segmento, como alerta de colisão frontal, detector de pontos cegos e assistente de permanência em faixa.

Há câmbio manual de seis marchas além do novo CVTHyundai

O motor será o 1.6 16V da família Gamma II, amplamente utilizado pela Hyundai e pela Kia no Brasil, mas em versão atualizada com melhor gerenciamento térmico e sistema de injeção direta e indireta. A Hyundai divulga potência estimada de 122 cv e torque de 15,6 mkgf.

O destaque deste novo conjunto é o câmbio Smartstream IVT (sigla para Intelligent Variable Transmission), que nada mais é do que um câmbio CVT.

De acordo com a Hyundai, sua grande vantagem está na ampla faixa de relações que ele pode operar para melhorar o desempenho e a eficiência de combustível.

<span class=”hidden”>–</span>Quatro Rodas

A Hyundai trata o Venue como um produto global também pensado para mercados emergentes. Na Índia, por exemplo, o modelo já chegará às lojas no final de maio.

Há movimentações que colocam o Brasil no horizonte do modelo, mas resta saber se o recém-anunciado aumento da capacidade produtiva da fábrica de Piracicaba (SP) será suficiente para segurar a demanda por sua produção no país.