CAOA confirma conversa com Ford sobre fábrica do ABC

CAOA confirma conversa com Ford sobre fábrica do ABC

UPDATE: A CAOA confirmou que mantém conversas com a Ford sobre a possível aquisição da fábrica de Taboão. Maior revendedor da marca americana na América do Sul, a empresa brasileira é uma das três que estão interessadas na instalação, de acordo com o governo paulista.

As outras duas são estrangeiras e todas produzem carros e caminhões. Por enquanto, nada está concluído sobre o negócio, intermediado pelo governador João Doria Jr. Em nota, a CAOA disse: “É natural que a Caoa e a Ford conversem sobre futuras negócios, assim como ocorre com outras empresas sempre que há uma boa oportunidade”. 

De acordo com a Reuters, citando uma fonte com conhecido do assunto, a CAOA estaria negociando com a Ford a aquisição da fábrica de veículos em Taboão, São Bernardo do Campo. A unidade teria o interesse não só do grupo brasileiro, sediado na capital paulista e com duas fábricas no país.

Segundo o governador João Doria Jr, pelo menos três empresas estão interessadas na fábrica da Ford, mas não citou nomes e se recusou a comentar sobre a suposta negociação da CAOA com a montadora americana.

A empresa com sede em Dearborn, Michigan, se pronunciou sobre o assunto, negando que a empresa de Carlos Alberto de Oliveira Andrade tenha entrado em contato com interesse de adquirir a antiga fábrica de caminhões da Ford, que também faz o New Fiesta.

Em casos de negociação, dificilmente as partes comentarão algo antes de um acordo estar fechado. No ano passado, a Ford teria usado apenas 12% da capacidade instalada em Taboão, que no passado havia sido a maior fábrica da Willys Overland do Brasil, que tinha três (inclusive a de motores em Taubaté, hoje com a Ford).

CAOA confirma conversa com Ford sobre fábrica do ABC

Após o anúncio bombástico de fechamento da fábrica, uma crise rapidamente se instalou na cidade do ABC Paulista, movendo sindicatos, prefeitura e outras entidades. O governo de São Paulo decidiu que iria ajudar a Ford na busca por um comprador para a fábrica, algo que ela havia tentado em 2018, sem sucesso.

No caso da CAOA, a empresa hoje representa as marcas Hyundai (importados e alguns modelos nacionais), Chery e Subaru. Maior rede de concessionários da Ford, a empresa brasileira tem fábrica em Anápolis-GO, onde faz produtos das duas primeiras citadas, sendo que a última tem ainda a unidade de Jacareí, apenas para carros da marca chinesa.

Entretanto, o que faria CAOA com uma planta antiga e quase 3.000 funcionários em pleno ABC? Como plano de curto prazo, sabe-se que o médico e empresário paraibano pretende trazer o SUV Exeed, tornando-o produto de uma submarca de luxo da Chery. No entanto, trata-se de apenas um modelo, por enquanto, o TX.

Outro plano que se conhece é que a CAOA sempre alimentou a ideia de ter uma marca de carros 100% nacional. Com o porte de Taboão, a empresa poderia ter um portfólio completo sendo feito na instalação que, aliás, no passado sustentou toda a gama da Ford, entre eles “Corcel, Maverick, Del Rey, Pampa, Escort, Ka, Courier e Fiesta Street”, como descrito no site da marca.

[Fonte: Reuters]

© Noticias Automotivas. A notícia CAOA confirma conversa com Ford sobre fábrica do ABC é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.