Citroën promete três novos sedãs até 2021

Citroën promete três novos sedãs até 2021

A Citroën quer apostar novamente em sedãs. É isso o que promete Arnauld Belloni, diretor de marketing da marca parisiense, ao site inglês Autocar. O executivo disse que haverá três novos modelos de três volumes até 2021 e que o movimento é “único, mas não arriscado”.

O motivo é a onda crescente de SUVs que está dominando o mercado mundial e ir contra essa maré pode significar problemas para algumas marcas, mas isso não parece o caso da Citroën. Belloni ainda insinuou que os novos carros não compartilharão do atual design da empresa.

Belloni diz: “Acreditamos que ainda há lugar para o sedan”. Sobre o estilo e proposta, o chefe do marketing da Citroën comenta: “Quando você considera nossa promessa que todos os nossos carros terão opções híbridas elétricas ou plug-in do próximo ano e as mudanças de plataforma que trazem, considere as oportunidades que nos proporcionam inovar estilisticamente.”

Apesar disso, Arnauld Belloni promete que os novos sedãs terão o DNA da marca: “O que eu prometo a você é que esses carros serão compatíveis com a herança de inovação da Citroën. A ascensão do SUV não pode ser desfeita, mas isso nos dá espaço para reimaginar o propósito e a aparência do salão.”

Citroën promete três novos sedãs até 2021

O executivo, no entanto, disse que não haverá peruas de todos os tamanhos, pois, acredita que não haverá demanda suficiente para sedãs compactos, o que indica uma busca por modelos bem maiores. Sabe-se que a Citroën planeja um novo C6 e que o C5 é um produto quase que obrigatório na China, assim como o C4L.

Nesse último caso, a plataforma modular CMP contempla um sedã com medidas de médio, tendo até 4,59 m de comprimento e 2,65 m de entre eixos no projeto base, o que não significa segui-los fielmente, como já visto com o DS 3 Crossback.

Aqui na região, o C4 Lounge vem perdendo espaço no mercado junto com outros sedãs médios, mas ainda é um produto que traz boa imagem para a Citroën.

É aquilo, botar todos os ovos na mesma cesta (SUVs) pode ser arriscado, mesmo numa operação regional. Apostar no segmento de compactos? Seria uma saída, mas rumores dizem que o C-Elysée (e 301) não devem seguir adiante. Belloni indica a mesma direção.

[Fonte: Autocar]

© Noticias Automotivas. A notícia Citroën promete três novos sedãs até 2021 é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.