GM fechará 5 fábricas e indica fim de diversos modelos nos EUA

GM fechará 5 fábricas e indica fim de diversos modelos nos EUA

A General Motors anunciou um corte de custos bombástico nas operações norte-americanas. A montadora de Detroit comunicou o fim da produção em cinco fábricas nos EUA e Canadá, além de um corte de 15% no quadro de empregados, que equivale a 14 mil postos de trabalho. Nesse caso, a planta de Oshawa, na província de Ontário, será fechada e com ela mais quatro ao sul da fronteira.

Do lado americano, deverão fechar as portas instalações de Detroit-Hamtramck, Baltimore, Warren e Lordstown. Esta última chama atenção por ser a fábrica do Chevrolet Cruze. Além disso, mais duas fábricas no exterior serão fechadas, mas ainda não há confirmação sobre estas. Especula-se que uma delas seja a de Gunsan, Coreia do Sul.

GM fechará 5 fábricas e indica fim de diversos modelos nos EUA

O corte de produção deve gerar uma economia de US$ 6 bilhões para a GM, sendo US$ 1,5 em despesas de capital e US$ 4,5 bilhões em custos gerais. Além do quadro funcional, que terá corte de 15%, a companhia irá cortar 25% dos executivos. A montadora alega que essa redução agora resultará em sustentabilidade para atuar no futuro.

Por isso, a GM dobrará os investimentos em carros elétricos e condução autônoma. A empresa espera também ter lucratividade com 75% do portfólio sustentado por cinco plataformas globais. Mas, antes disso, parte da gama de produtos deixará as plantas americanas.

GM fechará 5 fábricas e indica fim de diversos modelos nos EUA

O corte resultará no fim da produção nos EUA dos modelos Chevrolet Cruze, Chevrolet Impala e Chevrolet Volt, além do Buick LaCrosse, Cadillac XTS e Cadillac CT6. A produção canadense das picapes GMC Sierra e Chevrolet Silverado deve ser diluída entre as plantas americanas e talvez até a mexicana. O mesmo deve ser feito com as transmissões feitas em Warren e Baltimore.

O fim do Cruze americano deve ser compensado com o mexicano, enquanto Impala e Volt devem mesmo sair de cena, exceto se houver importação chinesa, o que é problemática no momento por causa da sobretaxa de 25% sobre produtos da China.

O mesmo vale para o LaCrosse. O fim da dupla de Cadillac em fábricas americanas enfrentaria o mesmo problema, já que são feitos igualmente na China. As fábricas de câmbio fecham em 1 de abril de 2019 e as de veículos em 1 de agosto do mesmo ano.

© Noticias Automotivas. A notícia GM fechará 5 fábricas e indica fim de diversos modelos nos EUA é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.