PSA está em alta após fracasso de Renault com FCA

PSA está em alta após fracasso de Renault com FCA

Sem nada a ver com o negócio, a PSA é quem saiu ganhando com o fim do noivado entre Renault e FCA. Com o fracasso das negociações de fusão entre o grupo ítalo-americano e a montadora francesa, aparentemente por causa da Nissan, é a companhia liderada por Carlos Tavares que está colhendo os louros.

As ações da PSA simplesmente subiram 1,5% após a revelação de que a Fiat Chrysler se retirou da mesa de negociação com a Renault, que resultaria em uma fusão de US$ 35 bilhões. Em contrapartida, a Renault mergulhou em queda de 6,6%, enquanto a própria FCA não saiu ilesa na bolsa de Milão, também com queda.

O motivo é simples, a expectativa de uma fusão entre PSA e FCA é muito forte a partir de agora, algo já vislumbrado por analistas de mercado, que observam um negócio melhor entre estas partes do que aquele com a Renault, cuja relação com a Nissan ficou tensa após a prisão do líder Carlos Ghosn, no Japão.

PSA está em alta após fracasso de Renault com FCA

Como se sabe, a Nissan decidiu adiar o voto para uma fusão de Renault e FCA, fazendo com que o governo francês, que tem participação na marca local, decidisse apoiar os japoneses nesse caso, adiando por completo a votação, o que irritou a Fiat Chrysler. A própria Renault disse que não tinha autonomia para evitar a decisão.

Assim, o mercado vê um retorno das conversas entre PSA e FCA após o caso Renault, o que fortaleceu a posição da rival francesa, que está aberta a negociação com outro grupo para elevar sua produção e reduzir custos. Nos últimos meses, a empresa liderada por Tavares é citada em relatórios que falam de uma possível aquisição da Jaguar Land Rover.

Com estrutura administrativa que tem surpreendido o setor automotivo na Europa, antecipando metas de custos e lucro, todos os olhos agora se voltam para a PSA, que poderia criar com a FCA uma das maiores empresas do setor no mundo com quase 8,4 milhões de veículos ao ano. Em 2018, o grupo francês vendeu 3,9 milhões de veículos, enquanto a Fiat Chrysler teve vendas de 4,48 milhões.

[Fonte: Reuters]

© Noticias Automotivas. A notícia PSA está em alta após fracasso de Renault com FCA é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.