Novo Android 12 poderá abrir e fechar carros com tecnologia de aproximação

Fonte / Quatro Rodas

Após criar o Android Auto e até embutir seu sistema operacional nos carros, a Google anunciou que pretende transformar os smartphones em chaves do veículo. A novidade foi anunciada na conferência anual para desenvolvedores da companhia e faz parte das atualizações do recém-mostrado Android 12.

 

A ideia não é nova e, além de sistemas próprios de algumas fabricantes, a Apple já possui funcionalidade semelhante, batizada de Car Key. Entretanto, a Alphabet (dona do Google) afirma que sua plataforma será tanto mais fácil de ser usada quanto mais prática, uma vez que vêm instalada nos aparelhos e tende a funcionar com diferentes marcas e modelos de carros.

Idealmente, o sistema do Google usará as frequências de banda ultralargas (UWB), acima de 500 Mhz. A tecnologia ainda vem sendo difundida nos celulares, mas ganha pela versatilidade e, segundo o vice-presidente de engenharia do Android, Eric Kay, “o usuário nem precisará tirar o celular do bolso” caso queira utilizá-lo como chave.

Em nome da acessibilidade, também haverá operação por NFC, em modelo praticamente idêntico ao pagamento por aproximação e cartões de transporte público, por exemplo. Em ambos os casos, é necessário que o veículo contenha receptor (normalmente instalado na maçaneta) capaz de processar a solicitação e abrir as portas, por exemplo.

Continua após a publicidade

A nova função estará disponível a partir do final do ano e, segundo Kay, ainda servirá para dar a partida e controlar sistemas de ar-condicionado, entre outros. Também existe a opção de compartilhar acesso com mais de um celular, para que os usuários possam utilizar seus próprios celulares como chave.

Inicialmente apenas a BMW (que há um ano nem sequer tinha carros compatíveis com Android Auto) foi confirmada como parceira, mas a expectativa é que haja ampla adoção da funcionalidade dada a relação próxima entre Google e montadoras como a Volvo e Ford.

Espera-se, também, adoção de conglomerados como Stellantis, Volkswagen, Toyota e General Motors, membros do Car Connectivity Consortium (CCC), voltado à disseminação de interfaces carro-celular. Indo além, Kia e Hyundai não escondem sua predileção pelo uso das frequências de banda ultralarga nos veículos.

O Android 12 já está disponível em Beta aos celulares da linha Pixel. Nos próximos meses, o sistema operacional chegará aos aparelhos de marcas como Motorola e Xiaomi.