Obama promete não abandonar a indústria automotiva

O presidente americano, Barack Obama, prometeu não abandonar a indústria automobilística, uma das áreas mais afetadas pela crise financeira desencadeada no ano passado. Apesar da declaração, Obama disse que não irá ignorar erros administrativos e mercadológicos cometidos pelas indústrias.

Para Obama, a situação atual levará à criação de uma indústria reequipada e reimaginada. Citado pelas agências internacionais de notícias, ele declarou: “Vamos reconstruir, vamos nos recuperar e os Estados Unidos da América sairão da crise mais fortes do que antes”.

No discurso, pronunciado ante uma sessão conjunta do Congresso americano, na noite de terça-feira, Obama destacou que a indústria automotiva entrou em crise não apenas pela situação financeira, mas por “anos de más decisões” e que não deverá ser protegida de sua má atuação. Para ele, entretanto, é importante a sobrevivência das grandes fabricantes americanas pelos milhões de empregos e centenas de comunidades que dela dependem.

Fonte: Auto Estrada