Opel pode voltar a dar lucro em 2012, diz presidente da GM

                                             da Efe, em Londres

Nick Reilly, presidente da GM Europa, dona das empresas automobilísticas Opel e Vauxhall, acha que essas duas companhias poderiam começar a gerar lucro em 2012.

Em entrevista publicada hoje pelo jornal “Financial Times”, Reilly admite que “2010 continuará sendo um ano difícil, devido ao mercado”, e adianta que, em 2011, a empresa pode chegar a um ponto no qual “nem ganhe nem perca”.

“Então, em 2012, à medida que o mercado se recupere, podemos começar a ganhar algum dinheiro decente”, ressalta o principal responsável da GM Europa.

A fim de conseguir rentabilidade, Reilly reconhece a necessidade de uma reestruturação que não tem por que ser “brutal”, apesar de que “algumas decisões serão duras e afetarão pessoas”.

Segundo ele, a reorganização da Opel e da Vauxhall não deve se concentrar apenas na “redução de custos”, mas também em “manter um investimento substancial no produto”. Esses investimentos, disse, tiveram que “ser atrasados um pouco no ano passado, devido aos problemas de nossa matriz nos Estados Unidos.”

No entanto, Reilly ressaltou que “80% de nossos produtos serão novos dentro de três anos”.

O diretor-executivo ressalta também que a principal prioridade é “ser fortes de novo na Europa”, mas já existe “uma estratégia para a Rússia” e não se descarta outros mercados como a América do Sul ou o Oriente Médio.

Perguntado sobre um prognóstico de vendas para 2010, Reilly indica que, na Europa Ocidental, poderiam ser registrados 13,5 milhões de automóveis, 1 milhão de unidades a menos que em 2009.

Fonte: Folha Online