Pagani Huyara chega com 700 cv e por 1 milhão de euros


JOSÉ ANTONIO LEME

Depois de caírem na rede imagens de revistas que mostravam a versão de produção do Huayra, a Pagani apresentou oficialmente o novo superesportivo que vem para substituir o Pagani Zonda. O modelo que recebeu o nome do Deus do Vento para os povos andinos tem apenas 1.350 kg movidos através do motor 6.0L V12 biturbo preparado pela AMG que tem 700 cv e 101,9 kgfm de torque disponíveis nas rodas traseiras por meio da transmissão sequencial de dupla embreagem e sete velocidades.

Apesar de linhas bastante semelhantes a do Zonda, o Huayra tem portas de asa-de-gaivota e estrutura monocoque ao invés de chassis feita inteiramente de uma associação de carbono-titânio, enquanto outras partes da carroceria são feitas de fibra de carbono. Os materiais e a disposição do motor no conjunto deixam o veículo com distribuição de peso de 44% para a dianteira e 56% na traseira. O valor que não foi confirmado é estimado em 1 milhão de Euros, cerca de 2,3 milhões de reais, sem impostos.

Fonte: Car Magazine