Parceria entre Renault-Nissan e Mercedes-Benz será estendida ao mercado global

Acordo firmado no ano passado era focado apenas em projetos destinados à Europa

Autor: da Redação/Foto: Newspress
 

Firmada em abril de 2012 como uma parceria destinada ao mercado europeu, a aliança dos grupos Renault-Nissan e Daimler AG parece ter mudados de rumos, pois os presidentes de ambas as companhias confirmaram durante uma entrevista coletiva no Salão de Frankfurt que o acordo será tranformado em um projeto de âmbito global, que priorizará a participação na América do Norte e Japão.

“Inicialmente, pensamos em idealizar projetos para a Europa, mas decidimos que deveríamos focar também em outros grandes mercados pelo mundo”, disse Carlos Ghosn, CEO da Renault-Nissan. Já o presidente Daimler e responsável pela Mercedes-Benz divisão de veículos de passeio da marca alemã, Dieter Zetsche, destaca que “as companhias desenvolverão juntas tudo o que contribui positivamente para a parceria e, principalmente, aos consumidores”.

Entre os planos da aliança está a fabricação de um novo motor de quatro cilindros a gasolina no estado norte-americano do Tennessee a partir de 2014. O propulsor equipará a nova geração do Mercedes-Benz Classe C que será produzido em Tuscaloosa, no Alabama e novos modelos da Infiniti, marca que pertence ao grupo Renault-Nissan.

Além disso, a parceria trabalha também no desenvolvimento de uma nova família de motores de três e quatro cilindros a gasolina equipados com injeção direta de combustível e turbocompressor. Os executivos deram como exemplo de compartilhamento de tecnologias o Infiniti Q50, comercializado no mercado europeu com um bloco de 2.2 litros turbodiesel de 170 cavalos de potência e transmissão automática de sete marchas de origem Mercedes-Benz.

O conceito Q30, mostrado no Salão de Frankfurt, dará origem a um compacto cujo projeto também é fruto do acordo entre Renault-Nissan e Daimler. O modelo será produzido pela Infiniti em 2015 sobre uma nova plataforma modular compartilhada pelas novas gerações do smart fortwo e Renault Twingo, a serem produzidas na Eslovênia em 2014.

Fonte: Carsale