Pneus vão subir de preço e podem faltar

                                             Aumento de matéria-prima e demanda aquecida pressionam reajustes.

Redação AB

A Associação Brasileira dos Importadores e Distribuidores de Produtos Automotivos (Abidipa) alertou em comunicado nesta terça-feira, 15, que espera por expressivos reajustes de preços de pneus nos próximos meses, devido às elevações constantes na cotação global da borracha. A entidade projeta aumento de 10% em abril e mais 6% em junho. Segundo estima a associação, também há risco de desabastecimento, pois o mercado internacional está bastante aquecido e a capacidade de produção não seria suficiente para atender toda a demanda.

A Abidipa ressalta que no último ano o preço no mercado internacional da matéria-prima básica para a fabricação de pneus, a borracha, subiu mais de 100%: saltou de US$ 2,5 mil por tonelada para US$ 5,4 mil. Com esse substancial aumento de custo, a associação prevê que os repasses serão inevitáveis, tanto para pneus importados como para os que são produzidos no País.

Fonte: Automotive Business