Polo de Manaus tem faturamento recorde em 2011

 As empresas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM) (foto) faturaram US$ 41 bilhões no ano passado, resultado que superou em US$ 1 bilhão a meta estabelecida para 2011 pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), autarquia vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), e que representou o melhor desempenho já registrado desde o início da divulgação dos indicadores do Polo. Em moeda nacional, o faturamento cresceu 11,24%, para R$ 68,7 bilhões em 2011.

As motocicletas, motonetas e ciclomotos foram o destaque nos indicadores quanto à produção, venda e faturamento entre os produtos fabricados no PIM. O setor produziu pouco mais de 1,8 milhão de unidades e encerrou o ano com faturamento de US$ 6,9 bilhões. Televisores e aparelhos celulares faturaram US$ 6,7 bilhões e US$ 2 bilhões, respectivamente.

Outro recorde foi registrado na geração de empregos na região: a média mensal de mão de obra chegou a 119,4 mil vagas, superando a média registrada no período pré-crise de 2008, quando 106,9 mil vagas foram mantidas no PIM. O segmento eletroeletrônico encerrou o ano como líder na geração de empregos com pouco mais de 50 mil vagas diretas, seguido pelo polo de duas rodas, com 21,1 mil novos empregos gerados em 2011.

“Começamos o ano com 110,4 mil empregos e encerramos com 120,5 mil, um número nunca alcançado no PIM. Em 2006 tivemos um saldo positivo de pouco mais de 1,5 mil empregos. Em 2007, um ano antes dos efeitos da crise econômica mundial começarem a ser sentidos por aqui, o saldo foi de 7 mil vagas. Com a crise, tivemos um saldo negativo em 2009, com 5,8 mil vagas a menos. Os números do ano passado são históricos e teremos um grande trabalho pela frente para manter o saldo no patamar de 16 mil”, destacou o superintendente da SUFRAMA, Thomaz Nogueira, em comunicado.

Fonte: Automotive, Redação AB