PSA comemora 10 anos de produção no Brasil

                                             Grupo divulga a primeira foto do Citroën Airdream.

Giovanna Riato, AB

A PSA Peugeot Citroën completou nesta terça-feira, 1º, dez anos de produção no Brasil com a fábrica de Porto Real, no Rio de Janeiro. O aniversário acontece no mesmo momento em que a planta recebe o aporte de R$ 1,4 bilhão até 2012 para aumentar a produção de 150 mil para 280 mil unidades por ano.

A montadora iniciou a fabricação no País em 2001, com capacidade para tirar das linhas de montagem 22 carros por hora e com cerca de 3% de participação no mercado nacional. Hoje a unidade do Rio de Janeiro é responsável por montar oito modelos de veículos e dois motores, que são exportados para 20 países da América Latina, Europa e África.

Após os novos investimentos, a planta brasileira terá fôlego para produzir 40 unidades por hora. A ampliação dará espaço para o grupo avançar em vendas, que já alcançaram 174 mil veículos no Brasil em 2010, com 5,2% de market share.

Carlos Gomes, que assumiu a presidência da PSA Brasil e América Latina no ano passado, garante que a região é um dos principais focos para a expansão da companhia no mundo. A estratégia ficou clara após o lançamento da Peugeot Hoggar e do Citroën Aircross, modelos desenvolvidos para o mercado local.

Os investimentos na fábrica brasileira preparam o terreno para que o dirigente da companhia consiga êxito no plano para os próximos anos: dobrar as vendas no Mercosul até 2015, quando quer comercializar 500 mil unidades na região.

Novo Citroën

A PSA aproveitou o aniversário da produção no Brasil para divulgar a primeira imagem da versão urbana do Citroën Aircross. O modelo (ao centro da foto), que deve chegar ao mercado como Airdream, entrará em breve nas linhas de montagem de Porto Real.

Fonte: Automotive Business