Queda da exportação derruba produção de caminhões

As vendas de caminhões na primeira quinzena de abril reagiram, ficando 8,72% acima do mesmo período de março. O resultado, porém, ainda está 13,47% abaixo dos emplacamentos na primeira quinze de abril de 2008.

As vendas internas menores levaram a uma menor produção de caminhões no país, afetada também pela perda de exportações. Mercedes-Benz e Scania colocaram novamente os trabalhadores em férias. Na Scania, segundo a Gazeta Mercantil, a parada vai até final de junho.

Na Mercedes caíram não apenas as vendas internacionais de caminhões, mas também de motores diesel para a Freightliner norte-americana, que chegaram ao nível de 10 mil unidades no ano passado. As exportações de caminhões e ônibus para a América Latina caíram à metade no primeiro trimestre.

A Mercedes-Benz decidiu estender o programa de demissões voluntárias, antes aberto só para aposentados, e dará licença remunerada a 1,2 mil trabalhadores até 3 de maio, a partir de hoje.

Fonte: Automotive Business