Queda nas vendas mata Honda Civic no Japão


Carsale – A Honda vai interromper as vendas do Civic no mercado japonês assim que os estoques do sedã chegarem ao fim nas lojas. A informação é do diário econômico norte-americano The Wall Street Journal. O motivo da decisão é o baixo volume de vendas do modelo naquele país, onde é oferecido desde 1972. No mês de outubro, 452 unidades do Civic foram vendidas no Japão, sendo 182 da versão equipada com motor a gasolina e 270 híbridos.

Em princípio, a montadora pretendia manter o modelo híbrido à venda, mas voltou atrás motivada pela baixa demanda de sedãs no mercado japonês como um todo. Fora do Japão, no entanto, o desempenho em vendas do Civic continua satisfatório e a nova geração do modelo, totalmente remodelada, está a caminho, com lançamento previsto para 2011. Apesar da decisão, a produção do sedã médio na fábrica da Honda em Suzuka, na província de Mie, não será interrompida. Todo o volume produzido será enviado para outros países. Desde que foi introduzido no mercado nipônico, o Civic vendeu cerca de três milhões de unidades em quase quatro décadas.

Segundo a JAMA, a associação japonesa das revendedoras de veículos, as vendas no mercado local caíram 26,7% em outubro, em comparação com o mesmo período do ano passado. Ao todo, exceto os modelos de 660 cilindradas, os chamados keycars, 193.258 veículos foram vendidos no mês passado no Japão, sendo 171.641 automóveis e comerciais leves, 20.968 utilitários. A Honda é, atualmente, a terceira marca com maior volume de vendas no mercado nipônico, atrás da Toyota e da Nissan. Em outubro, a Honda emplacou 30.422 veículos, registrando queda de 29,9%. No Brasil, a Honda ocupa o sexto lugar na lista das montadoras que mais vendem. Em outubro, a marca atingiu 10.363 veículos vendidos – sendo 2.211 do Civic – e no período entre janeiro a outubro, acumula 98.444 unidades.

Fonte: Carsale