Renault e PSA devolvem 2 bilhões de euros ao governo francês

                                             Montante faz parte da segunda parte do empréstimo de 6 bilhões de euros. Fabricantes antecipam o pagamento com o lucro obtido no ano passado.

Do G1, com informações da France Presse

Peugeot e Citroën pegaram empréstimo de 3 bilhões de euros cada com o governo francês
As montadoras francesas de automóveis Renault e PSA Peugeot Citroën reembolsarão ao estado francês 1 bilhão de euros cada uma, a segunda parte do empréstimo de 6 bilhões de euros recebidos do governo durante a crise, anunciou o ministro da Indústria, Eric Besson.

A Renault e a PSA receberam em 2009 6 bilhões de euros (3 bilhões de euros cada uma) em empréstimos a taxas preferenciais do estado para enfrentar a crise financeira, em troca do compromisso de não fechar fábricas na França.

O calendário fechado previa um primeiro reembolso a partir de 2011 e até 2014. Mas em setembro, ambos os grupos indicaram que previam iniciar a devolução antes do esperado.

As empresas anunciaram que saldarão a totalidade de suas dívidas este ano, reembolsando as duas últimas parcelas do empréstimo em fevereiro e em abril.

Os dois grupos registraram lucros em 2010, o que lhes permite proceder com esses reembolsos.

A PSA Peugeot Citrën registrou um lucro líquido de 1,13 bilhão de euros em 2010, depois de dois anos de perdas.

Por sua vez, a Renault alcançou no ano passado um lucro líquido de 3,42 bilhões de euros, depois de um ano de 2009 no vermelho.

Fonte: G1 Globo Online