Renault reduz produção em planta Argentina por queda no Brasil


Fábrica argentina tem maior parte da produção destinada ao Brasil

Devido à redução nas vendas do mercado brasileiro e às barreiras importas pelo governo tupiniquim, a Renault cortou sua produção na Argentina. A fim de diminuir os estoques e se adaptar à demanda de nosso país, a planta de Santa Isabel, em Córdoba, concederá descanso à maioria de seus funcionários. As atividades voltam ao normal no dia 10 de julho.

Com 85% do volume de produção destinado ao Brasil, a planta da Renault na Argentina deixará de contar com 1.600 colaboradores, de um quadro composto por 1.900 funcionários, neste período. Alguns operários não aceitaram entrar em férias, mas terão de ficar em casa durante as duas semanas. Além disso, a marca francesa já estuda uma paralisação extra para o fim do ano.

Com queda de 14,2% nas exportações, a Argentina deve sentir os reflexos da recessão brasileira até o final do ano. A planta da Renault é responsável pela montagem dos modelos Clio, Fluence, Kangoo e Symbol.

Texto: Matheus Q. Pera

Fonte: Auto Diário