Revendas independentes têm resultado negativo


Volume de negócios em novembro foi 1,15% menor que em outubro

DA REDAÇÃO

Nas lojas independentes, 79,6% as vendas em novembro corresponderam aos modelos populares
As revendas independentes do estado de São Paulo apresentaram mais um resultado negativo em seus negócios com automóveis e motos. Segundo dados da SINDIAUTO/ ASSOVESP, as estimativas indicam que 132.889 negócios foram fechados em novembro. Isso representa uma queda média de 1,15% em relação ao mês anterior (134.433).

Do total de unidades vendidas, 79,6% correspondem aos carros populares e 20,4% aos não populares. Em relação aos carros populares, houve aumento médio de 2,01% na comparação entre novembro e outubro (105.800 ante 103.720, respectivamente).

Os dados também mostram que 50% dos negócios foram financiados e que o prazo médio de financiamento foi de 38 meses. Além disso, sabe-se que o saldo médio financiado foi igual a 60% e as negociações que envolveram troca ficaram em 43% do total. Em média, os carros desvalorizaram 0,91% em novembro, percentual que cai para 0,81% no caso dos populares. No casos dos importados, o índice sobe para 2,53%.

Fonte: Auto Esporte