Saab pode ir à falência novamente

Empresa chinesa que controlava fabricante
sueca pode entrar em concordata por dívidas

A
história da Saab acaba de ter mais uma reviravolta. Agora, a NEVS, empresa
chinesa, com base em Hong Kong, que havia salvado a Saab da bancarrota
completa, pode decretar falência por não conseguir pagar alguns fornecedores.

 A sueca LaboTest AB, que faz testes de
componentes para linha de montagem, é quem reclama uma dívida de cerca de US$
22 mil, que a NEVS já alegou que não irá pagar. A empresa luta para colocar a
Saab de volta no mercado, mas ainda procurava parceiros para colocar em prática
a empreitada. 

Fonte: O Estado de S.Paulo