Salão mostra criação da engenharia brasileira

Em artigo na Gazeta Mercantil, Wagner Oliveira destaca o trabalho dos profissionais brasileiros no desenvolvimento de novos veículos. Voyage e Gol, Stark (da TAC, Tecnologia Automotiva Catarinense), Peugeot 208, Renault sand’up concept e Fiat FCC II são alguns dos modelos desenvolvidos nos centros de criação montados no país pelos principais fabricantes. O sand‘up, com teto rígido, é capaz de se transformar em conversível ou picape, de acordo com o gosto e as necessidades do motorista. É a primeira vez que o estande da Renault do Brasil no Salão Internacional do Automóvel conta com um carro-conceito totalmente desenvolvido no País. Criadora da onda off-road light no Brasil, a Fiat também valoriza cada vez mais o talento local, levando para o salão o conceito FCCII, um bugue futurista. Se o carro da Fiat parece sonho, o conceito da General Motors está bem mais perto da realidade. Sucessor do Corsa, o GPiX é um carro-conceito totalmente desenvolvido pelo Centro de Design da General Motors da Divisão LAAM. O GPiX representa um novo segmento para a Chevrolet, do qual a marca ainda não participa – um crossover médio, criado para o sul-americano. Exibido no salão de 2006, o jipinho Stark já está pronto para já chegar ao mercado, com motor da FPT Powertrain Technologies (6 de novembro).
Fonte: Automotive Business