São Carlos já pode produzir 3 mil motores/dia para a VW


A Volkswagen acelera a produção de motores na fábrica de São Carlos, no interior do Estado de São Paulo, para atender a demanda crescente do mercado interno. A unidade já atingiu capacidade para montar 3 mil unidades por dia, volume suficiente para abastecer as suas fábricas de veículos de São Bernardo do Campo (SP), Taubaté (SP) e São José dos Pinhais (PR), além de exportar para Argentina, Espanha e África do Sul.

A planta de São Carlos concentra atualmente toda a produção de propulsores da marca no Brasil, que no passado utilizava a Unidade Anchieta, em São Bernardo do Campo, SP. Há dois anos, quando tinha capacidade para 1,8 mil unidades diárias, a planta de São Carlos passou a receber investimentos e promoveu a ampliação das instalações. A área construída passou de 35 mil m2 para 41,4 mil m2.

Foram instalados dois novos prédios, um que abriga a nova área de usinagem e outro ocupado pelo depósito de logística. Com o novo espaço, a área de logística otimizou o trabalho de abastecimento das linhas de produção, ganhando agilidade na distribuição dos componentes.

Segundo ainda a Volkswagen, foram adquiridas duas novas linhas, uma de Rumpf (motor parcial) e outra de usinagem de blocos. A linha ZP4 (montagem final) da família de motores EA 113 (1.9 e 2.0 litros) foi adaptada para fabricar também os motores da família EA 111 (1.0, 1.4 e 1.6 litro).

A unidade de motores da operação brasileira é a terceira em volume de produção do grupo, atrás das fábricas de Gyor, na Hungria, e de Salzgitter, na Alemanha.

Fonte: Automotive Business