Scania diz que não repetirá recorde de vendas em 2009

Depois de registrar o melhor ano da história da empresa no Brasil, e com grandes chances de se tornar a primeira operação do grupo a nível mundial, a Scania ainda não definiu como será o retorno de suas férias coletivas, marcado para 15 de janeiro de 2009. De acordo com a direção da companhia no país, até o momento não há nenhuma mudança em curso, mas a montadora poderá reavaliar a situação no início do ano, conforme a entrada de pedidos em carteira. “O ritmo deste ano será difícil de ser repetido em 2009”, previu Christopher Podgorski, diretor-geral da Scania no país. Na opinião do executivo, uma desaceleração era esperada em algum momento. “Sabíamos que uma hora o mercado teria de se acomodar”, disse Podgorski, ao ressaltar que a montadora multiplicou por cinco sua capacidade de produção no país desde 2003 por conta do crescimento repentino da demanda. Até novembro, as vendas de caminhões para o mercado interno da montadora cresceram 24,8%, totalizando 7.478 unidades, segundo os últimos dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Já nas vendas de ônibus, o avanço é de 19,9%, com 808 unidades comercializadas no período (Valor, 9 de dezembro).
Fonte: Automotive Business