Setor de usados terá ajuda de R$ 200 mi

Carsale – O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) aprovou nesta quarta-feira (11) uma linha de crédito de R$ 200 milhões para revendedores de carros usados. O objetivo é de aumentar o capital de giro desse setor, um dos mais afetados pela queda nas vendas de veículos decorrente da crise financeira internacional. O anúncio do benefício foi feito pelo ministro do Trabalho, Carlos Lupi, nesta quarta-feira (11), em Brasília. O fluxo de crédito será repassado do Banco do Brasil às revendedoras. O financiamento negociado fará uso da Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) mais 11,20% ao ano, que resultará em uma taxa de 1,4% ao mês. Atualmente, segundo o ministro, a taxa de juros é TJLP mais 24% ao ano. O prazo do financiamento será de 24 meses, com até cinco meses de carência. Qualquer empresa inadimplente com qualquer órgão da administração pública federal está impedida de solicitar o benefício.

Após o início da crise, em setembro de 2008, o setor de usados vem sofrendo para se manter. A forte desvalorização dos veículos, de cerca de 20% a 30%, dependendo do modelo, e a dificuldade que o consumidor tem em conseguir crédito para financiamento são alguns dos motivos da desaceleração enfrentada pelo setor, que acaba, consequentemente, afetando a venda de veículos novos. De acordo com dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), cerca de 70% das vendas de novos contam com um veículo usado na negociação

Fonte: Carsale