Tata confirma planos para o Brasil


Executivo da marca indiana afirma à Autoesporte que planejamento foi adiado devido ao novo regime automotivo imposto pelo governo

CARINA MAZAROTTO, DE GENEBRA (SUÍÇA)

Conceito Tata Megapixel é lançamento da marca indiana no Salão de Genebra

A Índia tem tudo a ver com o Brasil, segundo a Tata Motors. E é claro que esse raciocínio revela a estratégia da marca em estrear no país. “De muitas maneiras o Brasil é parecido com a Índia, em termos de economia,

comportamento, os hábitos de dirigir”, afirmou à Autoesporte o diretor-gerente da Tata Motors, Prakash M. Telang, durante o primeiro dia de imprensa do Salão de Genebra, na Suíça. “Estamos estudando qual o modelo mais adequado da nossa gama para o Brasil”, completou.

Conforme Autoesporte revelou no final de 2010, o grupo SHC, de Sérgio Habib (importador de Jaguar, Aston Martin e JAC), negociava a importação dos carros da marca. Na época, o gerente geral da Jaguar, Ivan Fonseca e Silva, confirmou: “Pode escrever aí. Esse é o próximo objetivo dele (Habib)”. As conversas ficaram mais estreitas no ano passado. “Sérgio Habib? Sim…”, sorriu e acionou com a cabeça Prakash Telang, sem disfarçar que conhecia um empresário brasileiro. “O Brasil tem vários importadores”, disse.

Segundo o executivo, os planos para o mercado brasileiro estavam avançados. “Seis meses atrás estávamos planejando e o governo mudou as regras do IPI, agora analisamos novas estratégias”, afirmou. “Algumas pessoas dizem que o aumento do IPI é temporário, outras não, precisamos ter calma para escolher a melhor estratégia”.

Conceito Megapixel pode rodar até 100 km com um litro de gasolina
Nos últimos meses, picapes da marca foram flagradas no país. “Sim, o Brasil é um bom mercado nessa categoria”. Sobre a ideia de ter uma fábrica no país, o executivo não dispensa a conversa. “Se confirmarmos nossa chegada ao país e o consumidor gostar dos nossos produtos, é natural que existam planos para a produção local. Queremos evoluir passo a passo”. “A Tata já tem uma parceria com a Marcopolo”, lembrou o executivo, sobre os ônibus produzidos com chassi Tata e carroceria da Marcopolo, feita no Brasil.

No Salão de Genebra, a Tata apresenta o conceito Megapixel, uma evolução do Pixel, apresentado em 2011. Trata-se de um carro urbano com um motor elétrico e outro a gasolina, que pode rodar até 100 km com apenas um litro de gasolina.

Fonte: Auto Esporte