Tem até estréia mundial

As marcas conseguiram reservar algumas surpresas para o evento, como o novíssimo Chrysler Trazo, o primeiro flex vindo do México

Alzira Rodrigues e Anderson Cavalcante – 2/11/2008 – 21h45

SÃO PAULO – Uma das surpresas reservadas para o Salão do Automóvel de São Paulo foi a estréia mundial do sedan Trazo C1.8 by Dodge. Equipado com motor flex 1.8, de 4 cilindros e 16 válvulas, o modelo será fabricado pela Nissan no México, o primeiro com motor flex, para venda no mercado brasileiro a partir de meados do próximo ano exclusivamente pela rede de concessionárias Chrysler, Dodge e Jeep. Com isto, a empresa entra em um novo segmento de atuação na América Latina, visto que o sedan será comercializado também na Argentina, Paraguai e Uruguai.

O Trazo é derivado do hatch Nissan Tiida, já à venda no Brasil. O diretor-geral da Chrysler no Brasil, Philip Derderian, não adiantou o preço do modelo, mas garantiu que ele chegará bem competitivo dentro do segmento de sedans médios. O carro será o primeiro produzido fora do Mercosul a possuir a tecnologia flex. No estande da montadora, também tem destaque o Jeep Grand Cherokee Limited equipado com motor 3.0 litros turbodiesel com sistema de injeção direta de combustível Common Rail (CRD).

A Chevrolet estará verificando a aceitação do público sobre dois veículos expostos no Anhembi: Malibu e Traverse. O primeiro, um sedan com elevado nível de acabamento poderá ser vendido no Brasil em breve para ocupar espaço em um segmento intermediário entre o Vectra sedan e o Omega. Já o Traverse é um crossover inspirado no Malibu, mas com capacidade de transporte de um SUV e que também pode “pintar” por aqui.

Enquanto isso a marca Volkswagen é a que aparenta ter mais candidatos a vir para “nossas bandas”. A Pick-Up Concept, por exemplo, já tem definido que virá da fábrica da Argentina a partir do final de 2009. A picape virá para disputar espaço com Toyota Hilux, Chevrolet S10, Nissan Frontier, Ford Ranger e Mitsubishi L200.

Além disso, a marca garante que trará no primeiro trimestre do próximo ano o utilitário Tiguan e o Passat cupê.

Coreano

A Kia Motors mostra o crossover Soul, um empolgante compacto com linhas futuristas. A produção deste veículo está prevista para começar em janeiro e o início da comercialização no Brasil para o mês de março. A aposta da marca neste carro é grande, tanto que planeja fabricar o Soul em suas futuras instalações no interior de São Paulo, a partir de 2010.

Outro modelo presente no estande da Kia e que pode vir para cá nos próximos meses é o compacto premium Rio. “Mas a comercialização deste modelo está condicionada à estabilização da paridade real e dólar, pois ele, como todos os nossos outros produtos são importados e pagam a pesada e controvertida taxa de 35% de imposto de importação, competindo com veículos trazidos do México e do Mercosul, sem qualquer imposto de importação. Esta definição será tomada no início do ano”, explica o presidente da Kia Motors do Brasil, José Luiz Gandini.

Dois lugares – Dentro do segmento de compactos de luxo, a Fiat estuda a importação do Cinqüecento, sucesso mundial de vendas que é uma das atrações em seu estande. O superintendente da montadora, C. Belini, informou que ele poderá vir da Europa no segundo semestre de 2009. A Peugeot aproveita o evento do Anhembi para testar a receptividade do público ao conversível 207 cc. Se for aprovado, é mais um que estará em nossas ruas no próximo ano.

Promessas

A Citroën promete para 2009 o C4 Picasso de 5 lugares, exposto no Salão junto com o Xsara Picasso Sport. O luxuoso novo C5, atração no estande da marca, também poderá vir para cá no segundo semestre de 2009. De acordo com a direção da montadora, esta decisão vai depender da variação do câmbio.

A Hyundai está expondo, entre outros, o sedan i30, que virá da Coréia a partir de abril, e o luxuoso Gênesis. A empresa Effa Motors, que representa marcas chinesas, está lançando no Salão o sedan Lifan, que será vendido no Brasil a partir de
Fonte: Diário do Comércio