Tesouro dos EUA venderá parte na GM após IPO

Sede da GM em Detroit, EUA
O governo dos EUA pode começar a liquidar a participação que detém na General Motors no final deste ano, mas a montadora (que saiu dos mercados de ações no ano passado devido a um processo de concordata) precisa primeiro passar por uma oferta pública inicial de ações (IPO, em inglês), de acordo com um comunicado divulgado pelo Departamento do Tesouro do país.

O documento afirma que não haverá um IPO da GM antes do quarto trimestre deste ano e acrescenta que o momento exato da oferta será determinado pela companhia “à luz das condições de mercado e de outros fatores”. Anteriormente, autoridades do governo norte-americano haviam dito que a oferta de ações ocorreria a partir do segundo semestre de 2010.

Quando ocorrer a IPO, o Tesouro norte-americano pretende vender pelo menos parte da participação de quase 61% que detém na companhia, segundo o comunicado.

A montadora também divulgou um informativo afirmando entender que “há muita expectativa e especulação em relação ao IPO” e que “uma série de fatores vai influenciar o momento das operações, incluindo as condições da economia e dos mercados de capitais, a situação da indústria automobilística, o desempenho da GM, entre outras coisas”. As informações são da Dow Jones.

.

Fonte: Gustavo Nicoletta, Agência Estado.

Fonte: Automotive Business