Toyota cortará salário de diretores

da Efe, em Tóquio

A japonesa Toyota, maior fabricante de carros do mundo, planeja cortar consideravelmente o salário de seus diretores devido aos maus resultados da empresa, afirma a agência de notícias local Kyodo.

A margem de corte salarial não está ainda fixada, mas deve ficar entre 20% e 30%, segundo fontes da empresa citadas pela Kyodo.

A Toyota, que já acordou não pagar incentivos a seus executivos no ano fiscal 2008, fará o anúncio dos cortes na próxima semana, quando divulgará seus resultados. Nestes dados, pela primeira vez em seus mais de 70 anos de história, a empresa terá perdas operacionais.

Fonte: Folha Online