Tucson 2010 para mercado americano impressiona em Los Angeles

Tucson 2010: para americanos e europeus
O novo Hyundai Tucson foi apresentado em setembro passado no Salão de Frankfurt, ainda com a designação i35. A nova versão do utilitário esportivo coreano, que substitui a atual nos mercados americano e europeu, está entre os destaques do Salão de Los Angeles, aberto esta semana.
Segundo a imprensa local, o novo Tucson impressiona pela evolução em relação ao modelo original, lançado em 2005. As mudanças vão desde o estilo, muito mais elegante, ao maior espaço e conforto para passageiros e bagagem.

O novo Tucson, que a empresa chama de CUV (Crossover Utility Vehicle) foi projetado no centro de desenvolvimento da Hyundai na Alemanha, que também desenvolveu seu novo motor, o Theta II. Com quatro cilindros e 2,4 litros, ele tem 176 cavalos – mais do que a antiga versão V6 – e é muito mais econômico, podendo rodar, segundo a fábrica, até 13 quilômetros por litro.

Um ponto importante para aumentar a economia é o novo câmbio automático com seis marchas, originalmente projetado para equipar os carros de passeio da marca que, além de mais eficiente, é menor e mais leve que o atual.

O Tucson passa a dispor, também, de um sistema de tração integral inteligente, que entra em ação sempre que as condições do terreno exigirem, como sob chuva ou na lama. No uso normal, a tração é apenas dianteira. Em casos extremos, o motorista tem a opção de bloquear o sistema, distribuindo a força do motor igualmente entre os eixos traseiro e dianteiro.

Além das modificações mecânicas e estéticas, o novo modelo teve a segurança reforçada e tem a carroceria mais rígida. Uma das preocupações dos engenheiros foi com as colunas dianteiras, que estão mais largas e reforçadas, evitando o afundamento do teto, um problema detectado no modelo anterior em testes realizados nos Estados Unidos.

O antigo Tucson continuará a ser produzido no Brasil, na fábrica da CAOA em Anápolis, estado de Goiás. Segundo os anúncios da empresa, ele também será chamado de Tucson 2010 e será exportado para os Estados Unidos e Europa

Fonte: Auto Estrada