Um pé no futuro: dirigimos o Tiguan HyMotion

 VW Tiguan HyMotion
Modelo obtém energia na reação entre hidrogênio e oxigênio

Thiago Vinholes

Um conceito de carro do futuro a ser levado muito a sério. O Tiguan HyMotion representa um dos tantos veículos com pilhas de combustível, tecnologia que a VW quer lançar em 2020. Basicamente um carro elétrico com duas marchas (primeira e ré), a versão tem como grande diferencial a fonte de energia que alimenta o gerador de 100 kW (136 cv), obtida da reação eletroquímica entre hidrogênio e oxigênio. Apresentado em ação nesta quinta-feira (19) pela fabricante no Kartódromo da Aldeia da Serra, nos arredores de São Paulo, o portal Carro Online conferiu como funciona, e anda, o carro do amanhã.

Questionar negativamente a performance deste Tiguan com base em veículos com motores a combustão é um equivoco. De acordo com dados da marca, o carro, concebido no Centro Tecnológico da Volkswagen em Isenbuteel, na Alemanha, acelera de 0 a 100 km/h em 14s0 e atinge a velocidade máxima de 140 km/h. Não empolga e nem tem esse propósito. Seu funcionamento lembra o de um carro automático muito bom, uma vez que a presença de uma única marcha anula a possibilidade de trancos na transmissão. Ele também freia como um carro normal, mas conta com um sistema de regeneração de energia cinética de frenagens. O aparelho é semelhante ao KERS da Fórmula 1, mas a energia extra é enviada direto para a bateria no Tiguan, enquanto nos bólidos a energia é aplicada diretamente as rodas sem a opção de armazenamento.

Entender o funcionamento do motor deste carro requer conhecimento químico. O processo consiste basicamente na transformação de energia química em energia elétrica. No caso do Tiguan, 420 pilhas geram uma tensão de 350V a partir da troca de prótons na reação de oxidação entre o hidrogênio e o oxigênio, a conhecida eletrólise nas aulas de química. Liberada a força, a pilha converte a energia química em elétrica, que alimenta o conjunto de baterias de lítio responsável pela propulsão. No processo o carro não emite agentes poluentes, apenas vapor d’água.

Dois cilindros de 40 litros, cujas paredes de alumínio reforçadas com fibra de carbono têm 20 mm de espessura, armazenam hidrogênio a uma pressão de até 700 bar. Apesar do volume total de 80 litros, o espaço carrega o equivalente a 3,2 kg do combustível em forma gasosa. Aumentar a capacidade exigiria a necessidade da ação de uma espécie de super geladeira para baixar a temperatura do hidrogênio até seu ponto de liquefação: – 270º. De qualquer forma, a fabricante afirma que a quantidade é suficiente para uma autonomia de 230 km. Pode não ser comparável a capacidade de um veículo convencional, mas, no entanto, estamos falando de uma outra concepção de carro, do tipo que não polui.

Além do complexo conjunto propulsor, o Tiguan HyMotion difere do modelo convencional pelo computador de bordo que monitora a atividade do sistema. Uma tela no centro do painel indica ao motorista o status da reação química, a quantidade de energia da bateria e o volume de hidrogênio nos tanques. A capacidade do porta-malas foi pouco comprometida com a introdução de uma série de equipamentos, que vão desde as baterias a um compressor de hidrogênio que equilibra a pressão interna dos cilindros. O gerador instalado na dianteira impressiona pelo tamanho, além de colaborar para o aumento de 250 kg no peso total do utilitário em relação ao modelo de linha.

Por que não entra em produção?

A tecnologia esta pronta, mas ainda falta viabilizá-la. Não seria possível lançar um carro deste tipo sem uma rede apropriada de postos de abastecimento de hidrogênio, considerado o grande desafio para a introdução de carro com pilhas de combustível. Sem eles, os carros são inúteis. Além disso, há muito que evoluir no quesito baterias. No caso no Tiguan HyMotion testado uma segunda geração de baterias já atua. Em vez de água entre as placas acumuladoras e energia, o componente é submerso em ácido fosfórico, de maior condutividade elétrica. Temos aí um avanço, mas ainda não é o suficiente segundo a VW.
Fonte: Terra Carro Online