Um quinto dos motoristas americanos não passaria no exame de habilitação

Motoristas de Washington são os piores
De cada cinco motoristas americanos, um não tem a menor condição para dirigir e não passaria hoje pelo exame para obter uma carteira de habilitação. A constatação foi feita num estudo promovido pela GMAC Insurance, seguradora ligada à General Motors.
A pesquisa aponta que cerca de 37 milhões de motoristas americanos legalmente habilitados não conseguiriam passar novamente no exame escrito para conseguir habilitação.

Esta foi a sétima pesquisa feita pela GMAC, abrangendo 5.130 motoristas entre 16 e 65 anos de idade. Foram feitas 20 perguntas, tiradas dos exames de habilitação realizados em diversos estados americanos.

Oitenta e cinco por cento dos motoristas não souberam identificar a atitude correta ao se aproximarem de um semáforo amarelo, e somente um quarto dos pesquisados tem alguma idéia sobre distâncias de segurança a manter nas estradas.

Mulheres vão mal – As mulheres ficaram abaixo da média: uma em cada quatro foi reprovada no teste. Já os motoristas mais experientes mostraram que continuam em forma, com aqueles entre 60 e 65 anos obtendo as médias mais altas na prova, com 80,3 por cento de aprovação.

Os motoristas da capital norte-americana, Washington, tiveram o pior desempenho, com 34 por cento – um terço – reprovados no teste. O estado de Nova York ficou praticamente empatado, em penúltimo lugar.

JM

Fonte: Auto Estrada