Vale a pena comprar um carro retomado por inadimplência?

As empresas financeiras estão com um estoque de 100 mil carros parados nos pátios, que foram retomados de seus clientes por falta de pagamento. Nos próximos meses esses veículos deverão ser vendidos em leilões, a preços cerca de 30% abaixo dos de mercado. Será que vale a pena comprar um automóvel resgatado por inadimplência?
A resposta é cuidado. Antes de pensar em fazer negócio, tem que se levar em conta que é um lote de carros de qualidade duvidosa e que vai ser vendido por meio de leilão. Muitos desses veículos ficaram meses parados no pátio, expostos a riscos (danos e pequenos furtos) e sofrendo a ação corrosiva do tempo. Além disso, são estacionados com a ajuda de empilhadeiras, de forma totalmente inadequada.

Sem falar nos problemas e na burocracia com a regularização da documentação. Há ainda o agravante de que muitos deles, antes de serem retomados, tiveram componentes retirados pelos antigos donos.

Sempre é bom lembrar que a compra de veículo por essa modalidade é feita totalmente no escuro. O interessado não pode entrar no automóvel e muito menos rodar com ele antes do pregão. Ele só recebe os dados do modelo impressos num papel. Tá certo que o carro sai mais barato, mas na maioria das vezes acaba não compensando. Com tantos problemas ocultos, o comprador quase sempre sai no prejuízo.

Fonte: Auto Estrada