Vencedores do prêmio Volante de Ouro


Carsale – A edição 2009 do Volante de Ouro (em inglês “Golden Steering Wheel”), um dos mais importantes prêmios europeus voltados ao setor automobilístico, aconteceu na última quarta-feira (4), em Berlim, na Alemanha, e revelou os vencedores de cada categoria. Dentre as marcas vitoriosas encontram-se a Audi, Mercedes-Benz, Opel, Porsche, Renault, Toyota e Volkswagen. Na categoria carros pequenos (small car class), quem levou o volante dourado foi o Volkswagen Polo. Já o novo Astra, da Opel, ocupou o primeiro lugar entre os compactos (compact class). O Audi A5 Sportback também recebeu destaque e garantiu a liderança entre os veículos médios (medium class and above).

E o Panamera, cupê de quatro portas da Porsche, ultrapassou os concorrentes e chegou na frente, conquistando o volante de ouro na classe veículos de luxo (luxury class). Outro destaque foi o Mercedes-Benz SLS que brigou com onze superesportivos para garantir um terço de todos os votos e assumir a liderança da categoria superesportivos. Entre os veículos de aplicações diversas, em inglês Multi Purpose Vehicle (MPV), a minivan Scénic, da Renault, foi a favorita e também levou pra casa um troféu simbólico representando a posição vencedora da categoria.

Presente na premiação pelo terceiro ano consecutivo, a categoria de inovação ambiental também chamada de “Volante verde” (“Green Steering Wheel”), levou ao pódio dois candidatos, ambos considerados os melhores carros ecológicos do ano: o Prius, da Toyota, e o Polo BlueMotion, da VW. Além disso, o presidente da Ferrari e Fiat, Luca Cordero di Montezemolo, recebeu o prêmio de honorário.

A premiação “The Golden Steering Wheel” (em alemão “Das Goldene Lenkrad”) foi introduzida em 1976 por Axel Springer, proprietário do grupo editorial Auto Bild. A edição 2009 contou com a participação das revistas Bild Am Sonntag e Auto Bild, além de outras 25 publicações europeias.

Avaliações
Pilotos, engenheiros, celebridades e editores da publicação alemã Auto Bild formam o júri responsável por avaliar os modelos. Durante três dias, os 50 integrantes da banca realizam testes de rodagem com os veículos percorrendo cerca de 60 quilômetros em diferentes superfícies, estradas e curvas, com o objetivo de colocar a qualidade das máquinas a prova. Após avaliar diversos critérios como, design exterior e interior, prazer de dirigir, versatilidade, visibilidade, entre outros, os jurados transmitem por meio de notas as impressões que tiveram dos veículos.

Fonte: Carsale