Venda de veículos cai 27% sobre dezembro, mas supera o pior da crise


da Folha Online

As vendas de veículos em janeiro deste ano ficaram 27,39% abaixo do registrado em dezembro de 2009, segundo dados apurados pela Folha Online. Em relação a janeiro de 2009, no entanto, a alta é de 6,33%.

No primeiro mês do ano foram vendidos 201.724 automóveis e comerciais leves no país. No mesmo período do ano passado, quando o setor amargava o pior dos efeitos da crise econômica, foram 189.712 unidades. Já em dezembro de 2009 foram 277.815.

Venda de veículos importados tem alta de 34% em 2009
Importação de veículos supera exportação pela 1ª vez em 14 anos
Peugeot anuncia recall de 13.739 veículos 307 para reparo nos faróis

A venda de veículos começou a sentir os efeitos da crise em outubro de 2008 e se arrastou até o começo de 2009. Em dezembro de 2008, o governo anunciou o corte de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) sobre veículos, para estimular a venda no mercado interno.

O cronograma de descontos do IPI vai até o fim de março para carros flex e até o fim de junho para caminhões.

Em 2009, as vendas de veículos novos registraram alta de 11,4% frente aos números de 2008, com o emplacamento de 3,14 milhões de unidades. O número representa o terceiro recorde anual consecutivo, já esperado após os benefícios concedidos pelo governo, como redução do IPI e incentivo ao crédito.

O recorde do setor automotivo foi batido em setembro (308,7 mil unidades) devido à corrida dos consumidores às concessionárias para aproveitar o último mês antes da elevação gradual do IPI.

Para 2010, a previsão da Anfavea para vendas é de alta de 8,2% sobre 2009, para 3,40 milhões de unidades, incluindo ônibus e caminhões. A produção deve ter aumento de 6,5% em 2010, para 3,39 milhões.

Fonte: Folha Online