Venda fracassa e GM decide fechar a Saab


A General Motors decidiu fechar sua subsidiária sueca, a Saab, após fracassarem as negociações para vendê-la ao grupo holandês Spyker Cars. Com a fábrica, serão fechadas também 218 revendas, só nos Estados Unidos.
Segundo nota distribuída pela GM, o fechamento não significa a falência da marca sueca e todas as dívidas da Saab, com fornecedores e funcionários, serão quitadas normalmente e a produção será reduzida de forma gradual.

Há poucos dias, a GM havia vendido a um grupo chinês os direitos de fabricação e o ferramental para produção de carros da Saab, num acordo que prevê transferência de tecnologia de powertrain.

As vendas da Saab nos Estados Unidos, seu maior mercado, caíram este ao nível mais baixo desde 1989, quando a GM assumiu o controle da fábrica sueca. A redução foi acima de 60%. Em novembro, já sob influência das notícias da provável venda, as vendas nos EUA foram de apenas 371 carros.

A Saab tem cerca de 3 mil funcionários na Suécia e seu fechamento deverá desempregar outros 3 mil trabalhadores em empresas fornecedoras.

JM

Fonte: Auto Estrada