Vendas de automóveis na China crescem 63% em relação a 2009


No trimestre, crescimento é de 84% em relação ao mesmo período de 2009.
País já vendeu 3,5 milhões, montante esperado para o Brasil o ano inteiro.

Do G1, em São Paulo

Impulsionada pela redução de impostos e subsídios do governo, as vendas de automóveis na China subiram 63% em março, em relação ao mesmo período do ano passado, com 1,26 milhão de unidades.

No trimestre, foram vendidas 3,5 milhões de unidades (o estimado para o Brasil o ano inteiro), alta de 84%. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (9) pela Associação Chinesa de Fabricantes de Automóveis.

A crise nos Estados Unidos e o aumento de compra de carros pelos ‘novos’ ricos do país ajudaram a tornar o mercado chinês o maior do mundo em 2009, quando as vendas totais somaram 13,6 milhões de unidades, um crescimento de 45% sobre 2008.

“As vendas de automóveis de passageiros foi ainda melhor do que as estimativas anteriores de mercado”, disse Rao Da, secretário-geral da Associação Chinesa de Fabricantes de Automóveis. “Estamos confiantes de que as vendas de veículos na China irá ultrapassar 17 milhões de unidades este ano, crescendo 25%”, disse ele.

Apesar da recuperação norte-americana, na China há uma grande movimentação de pessoas que estão comprando seus primeiros carros e aquecendo o mercado local. Cresce também a demanda por carros maiores pelas famílias que já tinham um carro menor.

As vendas de veículos com motores de 1,6 litros ou menos totalizaram 868.300, representando 69% das vendas totais de automóveis. As exportações de veículos tiveram alta de 78% em relação a 2009, para 39.500 unidades.

Fonte: G1 Globo Online