Vendas de importados caem 14,3% em 2014

REDAÇÃO AB

Sportage, da Kia, foi o modelo
mais vendido da marca que manteve a liderança na venda de importados

As vendas
de veículos importados encerraram 2014 com queda de 14,3% sobre o ano
anterior, ao emplacar 96.578 unidades, informa a Associação Brasileira das
Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos – Abeifa – em comunicado
divulgado na quarta-feira, 7. O volume representou 2,9% de participação da
entidade nos licenciamentos de automóveis e comerciais leves realizados no
País, contra fatia de 3,15% em 2013.

“2014 foi um dos anos mais instáveis para o setor, com eventos que impactaram
nosso mercado, como a Copa do Mundo, que resultou em menos dias úteis de vendas
e, também, pelas incertezas naturais geradas pelo período pré-eleitoral.
Esperávamos uma reação no segundo semestre, que demorou a acontecer”, argumenta
Marcel Visconde, presidente da Abeifa.

No comparativo mensal, houve aumento expressivo de 30,6% em dezembro sobre os
emplacamentos de novembro, com a venda de 9.930 unidades. Com relação a
dezembro do ano anterior, as vendas ficaram estáveis.

“Esse aumento significativo, registrado no último mês do ano, sinaliza que os
consumidores optaram por antecipar a compra ou a troca de seus veículos,
possivelmente estimulados pela entrada do 13º salário e para aproveitar os
preços praticados no mercado antes do aumento do IPI aplicado no dia 1º de
janeiro de 2015. Nesse momento, é muito prematuro falarmos de reação ou
retomada da confiança do consumidor, pois o balanço de 2014 mostra um ano de retração
e inconstância do comportamento de compra”, acrescenta Visconde.

Em sua avaliação, Visconde afirma ser prematuro dizer o crescimento verificado
em dezembro se torne uma tendência nos próximos meses. “Neste momento estamos
atentos ao comportamento do câmbio, variável que impacta diretamente o nosso
setor. Olhamos para o ano de 2015 com cautela e reforçamos que serão
necessários ajustes na economia para que a esperada retomada do crescimento
aconteça e a confiança do consumidor seja resgatada”, conclui.

RANKING

Entre as 28 marcas associadas, a Kia manteve a liderança das vendas com 23,7
unidades e 24,6% de participação, seguida pela BMW, que com 14,8 mil veículos
emplacados no ano passado, cravou 15,3% de share no mercado de importados. Por
sua vez, a Chery, que inaugurou fábrica no fim de agosto passado, sustentou o
terceiro lugar com 9,5 mil veículos licenciados e 9,8% de participação.

A Land Rover vendeu 9,3 mil unidades no País, superando a JAC, cujos
emplacamentos somaram 8,4 mil veículos em 2014. Suzuki, Lifan e Dodge
encerraram o período com 6 mil, 5,3 mil e 3,3 mil veículos, respectivamente,
enquanto Jeep e Volvo se mantiveram entre as dez maiores com 3,2 mil e 3,1 mil
unidades. Os demais associados ficaram abaixo de 1% de participação.

Fonte: Automotive Business