Vendas do Tata Nano crescem 1.000% em dezembro na Índia


Carsale – As vendas do Tata Nano ganharam fôlego em dezembro, um mês após o subcompacto indiano anotar um dos menores volumes de emplacamento desde o seu lançamento, em meados de 2009. De acordo com a Tata Motors, 5.784 unidades do Nano foram entregues, registrando 1.036% de aumento em relação a novembro, quando apenas 509 exemplares do modelo deixaram as concessionárias da Tata no país. Em comparação a dezembro de 2009, o crescimento foi mais discreto: 60%. O recorde de vendas do Nano aconteceu em julho de 2009, o primeiro mês cheio de vendas do veículo, quando 9.000 unidades foram emplacadas.

Um dos principais motivos para esta reação foi a ampliação do período de garantia do subcompacto para quatro anos ou 60 mil quilômetros rodados. Outras medidas adotadas pela Tata Motors para tentar alavancar as vendas foi a veiculação de uma intensa campanha publicitária nos meios de comunicação e a ampliação da rede de pontos de venda, com a abertura de concessionárias em cidades pequenas. A fabricante também introduziu um novo plano de manutenção programada para o carro, que prevê o pagamento de apenas 99 rúpias, o equivalente a US$ 2, por mês.

As vendas do Nano vinham caindo mês a mês após sucessivos reajustes de preço – principalmente por conta dos custos de produção do veículo – e pela desconfiança dos consumidores em razão dos casos de incêndio involuntário sofridos por algumas unidades do Nano e que acabaram ganhando espaço na imprensa internacional. Atualmente o Nano é vendido em 12 estados indianos. Até março, a Tata pretende estender as vendas do modelo para toda a Índia. Celebrado como o automóvel de produção em massa mais acessível do mundo, o Nano teve seu preço inicial fixado em US$ 2,7 mil, ou R$ 4,6 mil. Ele tem capacidade para acomodar cinco ocupantes e vem equipado com um motor a gasolina de 623 cm³, com dois cilindros em linha e de 30 cv de potência.

Fonte: UOL Carros