Vendas: emergentes atingem alta em 2008

                                             Carsale – Dos dez principais mercados automobilísticos do mundo, apenas os países que compõem o bloco formado por Brasil, Rússia, Índia e China (BRIC), apresentaram taxas de crescimento em emplacamentos de veículos. É o que aponta o mais novo relatório da consultoria Jato do Brasil, especiliazada no setor automotivo. Dos quatro mercados emergentes, os que registraram maior alta foram o brasileiro e o russo, com 2,67 milhões e 2,92 milhões de unidades comercializadas, respectivamente; ou seja, 14,2% de avanço em relação ao volume de vendas alcançado em 2007. A China vem em seguida, com taxa de crescimento de 6,9%. A Índia, por sua vez, com 1,66 milhão de veículos, teve uma modesta evolução de 0,8%.

No ranking dos 10 mercados mais importantes, a China aparece na 2ª posição, logo atrás dos Estados Unidos. Rússia e Brasil se mantém na 5ª e 6ª posições, respectivamente, enquanto a Índia ocupa o 10º lugar. Apesar de liderar o mercado automotivo mundial, os EUA atravessam um período de recessão, agravados pela crise economica mundial. No ano passado, foram comercializados 13,2 milhões de veículos no país, volume 18% menor que o alcançado em 2007, quando 16,1 milhões de unidades foram vendidos.

Na Itália, a queda no ritmo das vendas do setor automotivo também foi acentuada: 13%. No ano passado, 2,38 milhões de veículos foram emplacados, contra 2,73 milhões no ano anterior. Reino Unido (-11,7%), Alemanha (-1,7%) e França (0,6%), principais mercados da Europa também viram seus números sofrerem queda vertiginosa. No Japão, o 3º maior mercado em vendas do mundo, o declínio foi de 5,2% – 5,06 milhões contra 5,33 milhões de 2007.

Fonte: Carsale