Volkswagen admite também investigar motor EA 288

 Geração do propulsor analisado é anterior as atuais Euro 5 e Euro 6
REDAÇÃO AB

A Volkswagen admitiu que também está verificando se o motor diesel EA 288 contém o software que manipula os testes de emissões, cuja instalação já foi confirmada pela montadora no propulsor EA 189. Um porta-voz da empresa afirmou que “outras gerações do EA 288 estão sendo examinadas atualmente”, citam agências internacionais, como a alemã DPA e a Reuters, na quinta-feira, 22.Em comunicado divulgado nesta mesma data, a Volkswagen afirma que as gerações atuais do motor EA 288 Euro 5 e Euro 6 e que equipam veículos vendidos na União Europeia não estão equipadas com o sistema que frauda os dados de emissões de poluentes.“Atualmente o estamos estudando detalhadamente e prima a minuciosidade sobre a rapidez”, informa o porta-voz citado pela agência alemã DPA quando questionado sobre o número de veículos equipados com a versão mais antiga do motor EA288. Já a Reuters informa que reguladores norte-americanos também disseram estar investigando a “geração 3” de veículos da Volkswagen nos Estados Unidos equipados com o motor a diesel EA 288. Desde que o escândalo veio à tona, há pouco mais de um mês, contavam apenas como afetados pela manipulação do software os veículos equipados com o motor a diesel EA 189, embora já houvesse rumores sobre o envolvimento de mais modelos de motores na fraude de emissões
Fonte: Automotive Business