Volkswagen estuda China e Índia

Redação AutoData

A divisão de veículos comerciais leves da Volkswagen na Alemanha examina um acordo de cooperação com outros fabricantes com o objetivo de entrar efetivamente na China e na Índia. Durante conferência anual, ocorrida na quarta-feira, 25, em Hannover, Alemanha, Stephan Schaller, presidente da área de negócio, revelou que “um dos objetivos é aumentar nossa participação de mercado em vista do período de turbulência esperado para este ano”, conforme informações publicadas pela agência Automobilwoche.

Na opinião de Schaller a queda das vendas garantirá resultados operacionais menores em 2009 com relação ao do ano passado. Sem dizer o tamanho da retração esperada para a companhia, assegurou que o mercado de comerciais leves mundial cairá 25%. Já para Klaus Dieter Schürmann, diretor financeiro, a meta é manter a rentabilidade.

Embora não tenha nada definido Schaller admite que a empresa também estuda a entrada em outros mercados, seja dividindo operações com fabricantes locais, seja utilizando a capacidade produtiva de outras plantas da empresa.

O executivo ressaltou a necessidade de aumentar a produtividade em 10% ao ano. Para isso aposta em um plano de expansão e nos novos modelos, como a Maxi Caddy movida a gás natural e a picape média a ser produzida na Argentina. Sua expectativa é fabricar 100 mil picapes por ano, inicialmente na América do Sul, com ênfase no Brasil, considerados mercados com grande potencial

Fonte: Boletim Autodata