Volta da Alfa Romeo aos EUA, só em 2013


O retorno da Alfa Romeo aos Estados Unidos, aguardado como certo desde a união entre a Fiat e a Chrysler, deverá demorar um pouco mais que o esperado.
A decisão de adiar a volta para 2013 teria sido tomada pelo presidente da Fiat e da Chrysler, Sergio Marchionne, que consideraria que os produtos da Alfa não estão ainda prontos para disputar espaço no competitivo mercado norte-americano.

A Alfa Romeo se retirou dos Estados Unidos na década de 1980, vítima de problemas de qualidade em seus produtos que levaram a uma queda contínua nas vendas. Seu último esforço no país foi o lançamento do sedã 164, que teve pouca aceitação, e uma lamentável participação na Fórmula Indy, com péssimos resultados.

O retorno para o mercado americano é muito importante para o futuro da Alfa Romeo, que atravessa um período de baixas vendas na Europa e no restante do mundo.

Recentemente, o presidente do Grupo Volkswagen, Ferdinand Pïech, comentou que a marca alemã estaria interessada em comprar a Alfa Romeo, que pertence à Fiat. Apesar de Marchionne ter negado veementemente o interesse em se desfazer da Alfa, a dúvida em torno de sua viabilidade nas condições atuais de mercado podem mudar sua posição no futuro.

Fonte: UOL Carros