VW CO prepara-se para ser marca da MAN

Não foi uma grande surpresa o anúncio da mudança no controle acionário da Volkswagen Caminhoes e Onibus, feito em 15 de dezembro por Håkan Samuelsson, presidente do grupo alemao MAN AG, e por Roberto Cortes, presidente da VW Caminhões e Ônibus. A possibilidade da negociação já vinha sendo discutida nos bastidores, tendo em vista o parentesco acionário entre as duas empresas através da Volkswagen AG. A partir de janeiro de 2009 a montadora de Resende, RJ, que adota o inovador consórcio modular na fabricação de caminhões e ônibus, passará a integrar a MAN, que deve se tornar um fornecedor de tecnologia, motores e componentes para a empresa brasileira. A negociação de € 1,175 bilhão leva a Volkswagen AG a concentrar seus negócios na área de automóveis e comerciais leves, mas o grupo acabará se beneficiando indiretamente da nova parceria, pois manterá sua participação na MAN AG. Roberto Cortes permanecerá à frente da Volkswagen Caminhões e Ônibus, reportando-se a Håkan Samuelsson. Continuarão em seus cargos os membros da diretoria brasileira e os demais executivos. Os caminhões Constellation, Worker e Delivery, bem como os ônibus Volksbus, continuarão a ser vendidos com a marca Volkswagen. A tecnologia e os componentes MAN fortalecerão a atual linha de produtos (22 de dezembro).

Fonte: Automotive Business