VW começa recall do dieselgate na Europa

 Amarok é o primeiro modelo convocado; em seguida virá o PassatREDAÇÃO ABA Volkswagen começou a adotar na Europa as medidas técnicas apresentadas em dezembro para o recall dos motores diesel EA 189. Neste primeiro momento as alterações serão feitas nas unidades 2.0. Os trabalhos começaram com a Amarok. O Passat será o próximo. As correções nos diferentes modelos serão feitas ao longo de todo o ano. As mudanças são necessárias para corrigir um software fraudulento instalado em diferentes versões desse motor. Apelidado de dieselgate, o problema resultou na demissão de vários executivos e na troca de boa parte do comando do Grupo VW. Nos próximos meses serão feitos os ajustes também nos propulsores 1.2 e 1.6. Na terça-feira, 2, o ministro dos Transportes alemão, Alexander Dobrindt, e o presidente do conselho administrativo da VW, Herbert Diess, reuniram-se na oficina de uma concessionária Volkswagen em Berlim, Alemanha, para demonstração da aplicação prática da atualização de software a ser feita nos 2.0. O tempo de trabalho estimado é de menos de meia hora nos modelos 2.0 e também nos 1.2 quando o trabalho destes tiver início. No caso dos 1.6 serão cerca de 45 minutos por causa da instalação de um orientador de fluxo de ar na admissão em complemento à mudança no software. Os 1.6 começam a receber as alterações a partir do terceiro trimestre. Segundo a VW, a adoção das medidas técnicas terá início em outros países europeus, de acordo com as autoridades responsáveis.
Fonte: Automotive Business